Diario emigrante

Restaurante

03:48

Sexta feira passada fui pela primeira vez a um restaurante.

O meu orientador recebeu uma boa noticia então convidou-me a mim a aos meus colegas de laboratório a almoçar fora. Como sabem ainda não tinha ido a nenhum restaurante aqui, porque sozinha não gosto de ir.

O restaurante ficava num pequeno shopping que há mesmo ali ao lado do hospital, e sendo esta a cidade mais fria que conheço, para evitar andar na rua fomos pelas passagens aéreas e subterrânea. Isso podia ser normal, se não me tivessem levado pelos caminhos mais desconhecidos que imagino, e que sinceramente hoje penso que não consigo fazer aquele caminho novamente. Eram um labirinto, que passavam pelas partes mais interiores do hospital, onde as paredes não estão tratadas, onde só é permitida a entrada a trabalhadores, e onde há elevadores para transportar mercadorias, era mesmo uma parte muito estranha. Por fim, estávamos no shopping e no restaurante.

No restaurante foi tudo normal, o único problema foi escolher o que queria, não por não entender o que eram os pratos, pois estava escrito por baixo, mas pela pressão. Uma vez que, dois minutos depois de termos os menus, eles já todos tinham escolhido, e fácil perceber o motivo, eles conhecem bem o restaurante e já sabiam o que lhe apetecia. Depois de passar os olhos na horizontal optei por uma Massa.


A massa era deliciosa, levava frango espinafres, nozes caramelizadas, tinha ainda molho Alfredo (acho que era este o nome) e vinha trazia duas fatias de pão torrado. Adorei aquelas nozes. Para acompanhar pedi um Ice tea, que era mesmo chá frio, e que acompanhou perfeitamente com aquela prato.

Este é um local a ir mais vezes,e experimentar novos pratos porque todos tinham óptimo aspecto.

D.S

You Might Also Like

0 pensamentos sobre o meu segredo

Like us on Facebook

Loading followers